Cantor de arrocha morre após colidir em animal solto na pista

O cantor de arrocha Emanuel Santana Carmo, 35 anos, mais conhecido como Neto Lima, morreu na madrugada desta segunda-feira (17) nas proximidades do povoado de Barrajado, no município de Aporá. A moto que ele pilotava colidiu com um animal solto na rodovia. Apesar de estar de capacete, não sobreviveu ao acidente. Ainda não se sabe quem era o dono do animal solto na pista.

O cantor de arrocha Emanuel Santana Carmo, 35 anos, mais conhecido como Neto Lima, morreu na madrugada desta segunda-feira (17) nas proximidades do povoado de Barrajado, no município de Aporá. A moto que ele pilotava colidiu com um animal solto na rodovia. Apesar de estar de capacete, não sobreviveu ao acidente. Ainda não se sabe quem era o dono do animal solto na pista.

GLOBO.COM G1

CORREIO

Prefeitura remove 60 famílias após barragem recém-inaugurada vazar

Sessenta famílias que vivem nas proximidades de onde ocorreu o vazamento do reservatório Barreiro serão removidas das casas onde moram. A informação foi divulgada na tarde desta sexta-feira (3) pela Prefeitura de Sertânia, no Sertão de Pernambuco. De acordo com o Ministério da Integração Nacional, o vazamento ocorreu entre as estações de bombeamento 5 e 6 do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

Ao G1, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que a obra foi inaugurada há uma semana, na sexta-feira (24), mas o prazo inicial da entrega deste trecho eram em 2012. “Agora, vamos dar assistência às famílias que estão sendo removidas”, afirmou a prefeitura por meio da assessoria. Não há uma estimativa de quantas pessoas foram afetadas.

A gestão municipal ainda destacou que a barragem tinha o risco de romper, mas “agora está controlado”. O reservatório está localizado há 12 quilômetros do centro de Sertânia.

“Um ginásio, uma escola municipal, um salão paroquial e o canteiro de obras do Projeto São Francisco, todos na comunidade Rio da Barra, estão disponíveis para abrigar temporariamente as famílias. Além do alojamento, estão sendo providenciados kits de ajuda emergencial contendo colchonetes, material de higiene e mantimentos, dentre outros itens. Todas as famílias estão recebendo apoio por parte da empresa responsável pela obra do Projeto naquele trecho”, destacou o Ministério da Integração Nacional.

O vazamento
Foi registrado na manhã desta sexta-feira (3) um vazamento na barragem Barreiro. De acordo com o Ministério da Integração Nacional, “técnicos das empresas responsáveis pelas obras do Projeto São Francisco na região estão em campo tomando todas as medidas necessárias para fazer a contenção da água. Até o momento não foi identificado nenhum risco estrutural ao reservatório”.

As comunidades do entorno estão sendo alertadas sobre medidas de segurança por técnicos da área Ambiental e de Fiscalização do Projeto São Francisco, conforme destacou a Integração Nacional.

O Ministério da Integração ainda reforça a moradores de áreas rurais na região de abrangência o pedido para estarem alertas e, caso seja constatada a dispersão da água, procurarem abrigo em locais mais elevados.

BLOG DO ELVIS

Partido de Temer faz terrorismo com os pobres pela Reforma da Previdência

O PMDB, partido de Michel Temer, divulgou nas redes sociais uma campanha em que adota o terrorismo como instrumento para buscar o apoio popular à sua proposta de tungada nas aposentadorias.

”Se a reforma da Previdência não sair: Tchau, Bolsa Família; adeus, FIES; Sem Novas Estradas; Acabam os Programas Sociais”, diz uma imagem como logo do partido. No fundo, a ilustração de uma cidade em ruínas.

A peça de propaganda vem em um momento em que até a base aliada do governo no Congresso Nacional afirma que a reforma, tal como está, não passa. Até porque esse pessoal pretende se reeleger. E no qual líderes de movimentos que foram às ruas pedir o impeachment de Dilma Rousseff também relatam que a proposta tem sido repudiada por quem não aguenta ver a esquerda nem pintada de amarelo.

Ou seja, a campanha é um sinal de preocupação, porque a classe média começou a sentir a água bater nos glúteos.

Estipular uma idade mínima de 65 anos para aposentadoria (em um país em que trabalhadores braçais de regiões pobres mal tem essa expectativa de vida), com ao menos 25 anos de contribuição (onde a informalidade é grande) e 49 anos para ter pensão integral (considerando que os pobres começam a trabalhar aos 10, 12 anos por necessidade) é reduzir pessoas a estatísticas. Isso sem contar propostas como subir para 65 anos a aposentadoria rural, com 25 anos de contribuição mínima, quando, hoje, basta a comprovação de trabalho no campo para obter a partir de 60 anos (homens) e 55 (mulheres). Ou seja, o sujeito se esfolou em canaviais a vida inteira sem carteira assinada e pode nem ter tempo para desfrutar um descanso.

Não é a primeira vez, contudo, que o PMDB ou Michel Temer usam a chantagem como política de governo.

Em junho do ano passado, Temer afirmou, em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, que ”ou a Previdência Social tem de ser reformulada ou então todos os pensionistas sofrerão.” Uma declaração do tipo: ”ou liberam o que quero ou consigo um jeito de atrapalhar ainda mais a sua vida”. Temos mais opções para além do maniqueísmo e da dualidade rasos. Sempre. Mas querem nos fazer crer que não.

Claro que o PT utilizou-se do mesmo expediente em campanhas eleitorais, abusando do terrorismo sobre o fim do Bolsa Família em um possível governo adversário, por exemplo. E não só naqueles momentos. Por exemplo, em 2007, o então ministro das Minas e Energia de Lula, Silas Rondeau, disse que ou o licenciamento ambiental das hidrelétricas do rio Madeira (Santo Antônio e Jirau) saía ou o governo começaria a procurar outras fontes de energia sujas como a térmica ou nuclear.

O interessante é que Rondeau não escolheu a energia eólica, a solar ou a proveniente da biomassa como opções, o que mostra o padrão de desenvolvimento predatório que reinava no governo Lula. Mas também mostra como são estruturadas essas chantagem de ”ou isso, ou aquilo”, no qual escolhe-se um futuro sombrio feito uma maldição que irá se concretizar se não aceitarmos a luz entregue pelos iluminados governantes.

O que intriga no governo Temer e seu partido é que eles aprovam uma PEC do Teto de Gastos no Congresso Nacional, criando uma emenda constitucional que limita novos investimentos em educação e saúde públicas, entre outras áreas, pelos próximos 20 anos, fazendo com que os mais pobres paguem pela crise econômica com a redução da qualidade dos serviços básicos e, agora, vem chantagear com o corte a programas sociais e educacionais? É muita cara de pau.

Temer poderia optar por outras formulações de frase:

”Ou a Previdência Social é reformulada ou então teremos que fazer um grande debate nacional sobre o tema, buscando ouvir diferentes pontos de vista para desenhar uma Previdência Social que não mantenha distorções e nem beneficie apenas alguns grupos em detrimento ao restante da população, não seja usada como caixa de emergência do governo (para isso, taxe-se dividendos recebidos de empresas, por exemplo, e crie alíquotas maiores aos mais ricos no Imposto de Renda), seja capaz de combater a sonegação por parte das empresas e possa garantir o futuro dos mais pobres e da classe média.”

Mas Michel, provavelmente, nunca falaria isso porque assistiria à chapa Dilma-Temer ser cassada pelo TSE no dia seguinte.

Como já disse aqui, a Previdência Social deve passar por mudanças, claro. O Brasil está mais velho e isso deve ser levado em consideração para os que, agora, ingressam no mercado de trabalho. Mas aumentar a idade mínima pura e simplesmente, ignorando que há trabalhadores braçais têm uma vida mais desgastante que o povo que trabalha em escritório é delinquência social.

A beleza de uma democracia é que, nela, os caminhos deveriam ser discutidos abertamente e as decisões tomadas coletivamente. E se há um buraco a ser coberto, que ele seja socializado – com os mais vulneráveis pagando menos o pato do que os mais protegidos.

Mais do que isso: um programa de reformas profundas só poderia ser adotado se validado eleitoralmente pela população – o que não foi o caso. Ou ser ratificado posteriormente através de um referendo – coisa que não deve acontecer. Afinal de contas, o que vocês pensam que é isso? Uma democracia? Se fosse, não estariam dando ao povo uma escolha: ou aceita a revisão de seus direitos, diminuindo seu alcance e efetividade, ou ficam sem nada.

O problema é que o ”autoritarismo” é como uma ”chantagem”: ambos podem ser lustrados com óleo de peroba para perder o jeito opaco, a dureza e a asperez. Mas não perdem sua natureza.

O corte de luz por falta de pagamento é proibido em todo território nacional! – SAIBA MAIS!

O consumidor que não pagou uma conta de luz há mais de 90 dias não pode mais ter a eletricidade cortada – desde que as faturas posteriores à conta atrasada estejam quitadas. Essa é a nova determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para proteger o fiel pagador que, eventualmente, esqueceu de pagar uma fatura – que é antiga demais ou pode não ter sido enviada pela concessionária.
A regra está prevista na Resolução 414/2010 (que foi publicada no último dia 15 de março, editada para evitar confusões. Isso porque, às vezes, um morador tinha a luz cortada por causa do atraso no pagamento de um boleto em atraso há anos – em muitos casos quem deixou de pagar nem é mais o morador do imóvel.
“Não se pode penalizar o consumidor que por acaso esqueceu ou falhou no pagamento – e a concessionária teve 90 dias para lembrá-lo e não o fez. A distribuidora não pode cortar com base numa conta que ficou esquecida lá atrás, sendo que o consumidor fez os pagamentos posteriores. É para evitar esse tipo de situação”, diz Romeu Donizete Rufino, diretor da Aneel.
A mesma norma ainda prevê que a suspensão de fornecimento por falta de pagamento da conta de energia só poderá ser feita em dias úteis da semana e durante o horário comercial (8h às 18h), e não mais a qualquer momento como era possível antes. Isso porque, segundo Rufino, não é o corte que interessa ao consumidor e à concessionária, mas sim um serviço de boa qualidade e o pagamento em dia da fatura.
“Se houver um corte de energia no final do dia da sexta-feira, por exemplo, o consumidor poderia eventualmente pagar, quitar e só teria a energia de volta na segunda-feira. O propósito não é esse, não é deixá-lo sem energia. Essa medida vem para protegê-lo e não deixá-lo sem o serviço essencial no final de semana”, completa Rufino.
SOS

Jovem florestana é aprovada em medicina pelo Sisu 2017

Foi com muita emoção que os familiares de Mariana Novaes, de 19 anos, receberam a notícia de que ela havia sido aprovado em medicina na UNIVASF (Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco Campus Petrolina-PE), por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

Mariana é filha do vereador da cidade de Itacuruba, Joãozinho Novaes e da professora Paula Novaes. “Parabéns Mariana pela aprovação, todos os seus familiares estão orgulhosos por você”.

Blog: O Povo com a Notícia

Na frente de Temer, Duque elogia Dilma e Lula por IF e Transposição

JORNAL DESAFIO

Resultado de imagem para Michel Temer na inauguração do IF Sertão em Serra Talhada

Durante o ato de entrega do IF-Sertão, nesta segunda (30), o prefeito Luciano Duque do PT, na presença do Presidente da República, Michel Temer (PMDB), iniciou o discurso ressaltando que o equipamento foi erguido, em um terreno doado pelo o seu pai, o empresário João Duque.

 Após o registro, o prefeito anfitrião voltou a repetir que Serra Talhada, acaba se consolidando em um polo de educacional da região, lembrando que a cidade já oferta curso de odontologia pela FIS – Faculdade de Integração do Sertão, o pioneirismo na implantação do curso de magistério pela FAFOPST – Faculdade de Formação de Professores de Serra Talhada e a instalação do UFRPE – Universidade Federal de Pernambuco.

“Serra Talhada se reafirma como um polo regional por meio de empreendimento público ou privado. A Juventude vai encontrar em sua terra um futuro promissor”, destacou.

Duque ainda listou ações entregues na sua primeira gestão, ainda no governo Dilma, como a entrega de 15 Unidades de Saúde da Família, 4 creches, escola de 12 salas e calçamentos. O que ele classificou de “um arco divisor na história de nossa cidade”, e ainda lembrou-se de Eduardo Campos.

Luciano Duque teceu elogios a Mendonça Filho, Ministro da Educação afirmando tratar-se de alguém  “comprometido com a educação” e agradeceu a Dilma pela o início da obra do IF- Sertão, momento em que foi bastante aplaudido. Também creditou à ex-presidente a Transposição e Adutora do Pajeú. “Graças a presidente Dilma e ao presidente Lula , a adutora trouxe  água para sertão, que vai melhorar sobre maneira a vida do nosso povo”.

Duque também agradeceu a Paulo Câmara  e ao Secretário de Transportes, Sebastião Oliveira (PR) pelos recursos liberados e pelo esforço para garantir o aeroporto de Serra Talhada. Duque aproveitou para convidar o presidente Temer para inauguração do equipamento.

Ao reforçar a parceria com o Governo Federal, o prefeito seguiu destacando a conquista da  TV Cidadania, “com a marca do governo Michel Temer”. Luciano finalizou o discurso solicitando ao presidente recursos para construção Hospital Regional e pedindo a liberação de milho junto a Conab – Companhia Nacional da Abastecimento, para socorrer os animais.

Com reprodução de Júnior Campos